A carioca Nélida Piñon foi a primeira mulher a presidir a Academia Brasileira de Letras, tendo obras traduzidas para várias línguas, vencedoras de diversos prêmios. A autora lança agora seu novo livro intitulado Filhos da América, o qual descreve como um testamento literário, a sua própria obra e os mestres que a inspiraram por toda a vida, como Machado de Assis e José de Alencar. O livro é um registro de suas experiências de vida e olhares sobre arte, cultura e pessoas. São no total, vinte e oito textos que compõem a obra. Vale a leitura!

Pin It on Pinterest