Se você gosta de peixes e sempre quis ter um belo aquário na sua casa, nós ensinamos hoje algumas dicas preciosas para colocar a atividade em prática! Tenha em mente que é preciso paciência e cuidado, mas não desanime: cuidar de um aquário é menos trabalhoso do qe se imagina!.

Tamanho do aquário: Um erro comum é pensar que é mais fácil cuidar de um aquário pequeno. Um dos principais motivos pelos quais não é verdade é a qualidade da água que será mais afetada em espaços pequenos. Pense em uma gripe se espalhando em uma sala pequena e um espaço aberto. O mesmo acontece no aquário. Uma bactéria tem mais chances de sobreviver em um aquário pequeno. E se você quer montar um aquário com vários peixes, um pequeno nunca é o indicado. Lembre-se de checar a qualidade do vidro.

Formato: Procure investir em um modelo retangular. Redondos ou modelos mais exóticos, com vidros curvos, causam dificuldade na hora da manutenção e instalação de adereços. Os retangulares oferecem também maior contato da água com o ar.

Escolha bem os peixes: Iniciar um aquário é reproduzir um habitat em um ambiente novo, portanto, deixe esse habitat se desenvolver com calma. Escolha bem as espécies e se informe na loja quais peixes podem se misturar. Não coloque vários peixes de uma só vez e nunca lote seu aquário. Procure também adquirir peixes que se adaptam bem à água da sua região, ou seja, adquira peixes locais.

Decoração: A decoração não deve ser um item só para os olhos. Alguns peixes gostam de se esconder entre plantas e pedras e o conforto deles depende da disposição desses itens no aquário. Estude sobre as espécies adquiridas pra oferecer o melhor a eles. A iluminação também é um fator essencial para os peixes.

Limpeza: Instale os filtros adequados e realize manutenção periódica neles. Filtros biológicos à base de esponja são limpos enxaguando-os na própria água do aquário, a dica é retirar com um balde. Manter o PH da água estável é essencial, pois alterações podem causar estresses aos peixes.

Pin It on Pinterest