Se você pensa em adotar um novo cãozinho para sua casa e teme a reação do primogênito da família, trouxemos algumas dicas para deixar a fase inicial mais confortável. Como qualquer mudança, o início é sempre mais intenso, mas posteriormente, tudo se acalma e a rotina é reestabelecida. Para facilitar o processo de adaptação, eis as dicas (que também podem servir para um cão já adulto):

Avalie o temperamento de seu cão: Se o seu cãozinho for agressivo e territorial, é aconselhável pensar duas vezes antes de trazer um novo para casa. Procure um adestrador ou dobre a atenção com a chegada do novo membro.

Prepare a chegada do filhote: Dias antes de trazê-lo, peça para os criadores da ninhada um pano onde esse cão durma e leve para sua casa. O cheiro fará com que o seu cachorro se acostume, fazendo a presença dele não ser totalmente estranha quando ele chegar.

Apresente em um ambiente neutro: Na cabeça do seu cão, sua casa na verdade é dele. O território dele é bem definido e trazer um intruso pode deixa-lo agressivo. Procure levar seu cão para a rua e apresente o filhote por lá, dê algumas voltas com eles e então leve os dois para casa.

Mantenha o filhote isolado inicialmente: Quando não estiver na presença da família, deixe o novo cão em um canto separado, pois não será possível supervisionar a convivência dos dois. Recomenda-se também que os dois comam em ambientes diferentes, para não procurarem a comida um do outro e acabar resultando em brigas.

Dê bastante atenção ao cão mais antigo: Procure sempre brincar mais com ele e demonstre que o lugar dele continua intacto. Passe um tempo sozinho com ele, passeiem só vocês dois. Você não precisa ignorar o novo cãozinho, mas procure não encher ele de amores na frente do veterano. Com o tempo, ele se acostuma com a presença do novo membro, percebe que o amor continua o mesmo e provavelmente se tornará amigo desse novo cão. Boa sorte!

Pin It on Pinterest